O que é a Escola de Treinamento “Em Imun Cordis”?

A Ordem dos Agostinianos Recoletos lançou a Escola de Formação “Imun Cordis” com o objetivo de fortalecer o acompanhamento dos formadores aos jovens agostinianos recoletos

A Ordem dos Agostinianos Recoletos inaugurou uma nova escola para os religiosos que acompanham os jovens em discernimento vocacional ou já em fase de formação. Isso responde ao apelo do Papa Francisco “treinar para a missão, a formação na paixão do anúncio, a forma em que a paixão ir em qualquer lugar, qualquer periferia, para anunciar a todos o amor de Jesus Cristo, especialmente aqueles longe, relacioná-lo aos pequenos e aos pobres e deixar-se evangelizar por eles “.

De 28 de janeiro a 18 de fevereiro, os responsáveis ​​pelo acompanhamento nas casas de formação de doze países e vários religiosos interessados ​​em acompanhamento, estão na Colômbia para estudar como a Igreja hoje apresenta desafios e desafios importantes que temos de enfrentar com determinação desde a formação inicial e permanente.

Os agostinianos recoletos, através do Secretariado Geral de Espiritualidade e Formação, levaram a sério o desafio de serem artesãos de formação integral com as próximas gerações de religiosos e sacerdotes, criando uma escola para acompanhar seu crescimento integral. Esta escola para acompanhantes é uma escola para aprender a amar; uma escola para ser totalmente humana. É formado em acompanhamento do desejo de Deus e do amor agostiniano; da paixão pela vida, por Cristo e pela Igreja que define os agostinianos recoletos; e dos três saberes característicos: Interior, Comunidade e Igreja.

Companion vocação inspira aprofundar o carisma e torná-lo o segundo vocação: ser instrumentos para as pessoas a encontrar o Mestre Interior “mais íntimo do que sua privacidade”, nas palavras de Santo Agostinho.

O lema “In Imum Cordis” orienta a Escola de Formação, sabendo que ela não pode ser acompanhada nestas profundezas que transcendem sem a formação integral do companheiro.

Com esta escola, os agostinianos recoletos querem formar companheiros para peregrinar com aqueles que fazem peregrinação na vida, como fez Jesus; treinar para acompanhar de coração a coração; sintonizar o momento vital de busca e encontro; envolver-se com a direção do desejo profundo das pessoas; acompanhar os saltos qualitativos que a pessoa procura e precisa; e acompanhar de um amor autêntico, integral e envolvido.

Tudo de humildade e felicidade, da Palavra e para a comunidade e comunhão com a Igreja.

This post is also available in/Este conteúdo está disponível em Português: Español English

Suscríbete a nuestra

Newsletter