JAVIER_RUIZ-MC_GUIRE2_2

Grata memória

À luz do Evangelho, o mais importante é aquele que, como Jesus, se faz servidor dos demais (Lc 20, 26-28). Santo Agostinho recorda-nos que, em nossas comunidades, o que preside não deve ser considerado feliz por mandar, mas pelo seu “serviço de caridade” (Regra 7,3). Entre nós, o prior geral é eleito no capítulo geral, e a eleição se faz com liberdade: elege-se aquele que, acredita-se, junto com seu conselho, pode impulsionar a renovação espiritual da Ordem e organizar sua missão evangelizadora. Não há campanha eleitoral, nem se busca ao mais inteligente ou ao mais santo. Antes da eleição, isto sim, se pede a ajuda do Espírito. Ao irmão eleito se lhe pede a prestação do serviço de governo durante seis anos.

No último dia 21 de julho falecia em Logroño, La Rioja (Espanha), Javier Ruiz Pascual, e no dia 8 de setembro falecia em Montebello, Califórnia (Estados Unidos), James McGuire. Os dois foram priores gerais da Ordem dos Agostinianos Recoletos nos anos 70 e 80 do século passado. Recordo com gratidão e admiração a estes dois irmãos por seu sacrificado serviço ao impulsionar a renovação da Ordem com fidelidade ao Evangelho, procurando responder, a partir da identidade carismática, às necessidades da Igreja.

James McGuire dirigiu a Ordem de 1974 a 1980. Sua eleição foi um tanto surpreendente. Era o primeiro geral americano, o único estadunidense até agora. Esforçou-se por acomodar-se à diversidade cultural, dando, com isto, prova de grande amor à Ordem. Deu nova vida ao Instituto Histórico, promoveu a primeira reorganização do arquivo geral e facilitou a fundação da revista Recollectio, à qual, inclusive, deu o título. Quando terminou seu mandato, se entregou plenamente, nos Estados Unidos, ao ministério paroquial, tarefa à qual se manteve incansável até pouco antes de sua morte, aos 88 anos.

Javier Ruiz foi prior geral de 1980 a 1986. Assinou o decreto de promulgação das renovadas Constituições de 1982 e as propôs como “expressão do espírito e carisma da Ordem”. Soube pôr ao serviço da Ordem sua preparação intelectual, seu espírito metódico e seu profundo conhecimento das leis próprias. Sua singeleza fez dele um superior com quem era fácil dialogar. Soube enfrentar os conflitos e levar a paz às comunidades. Terminado seu mandato, compartilhou de modo admirável a formação e o ensino em Salamanca (Espanha), com o estudo de santo Agostinho e sua colaboração com o Instituto de Agostinologia da Ordem.

Estes dois religiosos esforçaram-se no serviço e na missão que lhes foram encomendados. Tiveram suas dificuldades, cometeram erros; mas, com humildade, souberam confiar na misericordia do Senhor e, sem procurar reconhecimentos humanos, seguiram servindo com simplicidade e esperança.

Obrigado por sua dedicação ao serviço da Igreja e da Ordem. Que seu coração inquieto, agora descanse para sempre no Senhor.

 

Fr. Miguel Miró

Prior General
Orden de Agustinos Recoletos

Comentarios

comentarios

Esta entrada también está disponible en: Inglês, Espanhol

No comments yet... Be the first to leave a reply!

Leave a Reply

*