Em 1903, Leão XIII incluiu a invocação da «Mãe do Bom Conselho» na ladainha Lauretana. O culto à virgem com o titulo de Mãe do Bom Conselho, difundido hoje pelo mundo inteiro, tem sua origem na cidade de Genazzano, situada às portas de Roma, onde tem um célebre Santuário. No dia 25 de abril de 1467 um afresco que representava a Virgem com o menino que abraçava a Mãe, «apareceu de modo admirável» em uma parede da Igreja agostiniana que se encontrava em restauração. Imediatamente a Igreja se converteu em meta de peregrinações e a imagem estática da Virgem do Bom Conselho se difundiu pelo mundo inteiro.

Com razão honramos à Maria com o titulo de Bom Conselho, já que ela é Mãe de Cristo, «O conselheiro admirável» (Is 9, 5), viveu sob a guia do Espírito de conselho e acolheu intimamente o eterno Conselho de recapitular todas as coisas em Cristo ( cf. Ef 1, 10).

Ao honrar à Virgem do Bom Conselho queremos implorar a Deus o dom do conselho, «para que nos faça conhecer o que agrada ao Senhor, e nos guie nas peripécias da vida».