Conheça o novo logotipo para a diretriz pastoral 2020

Os agostinianos recoletos apresentam a imagem visual que representa a diretriz para este ano: “Somos profetas do Reino: pobres, projetos sociais e periferias”.

A diretriz pastoral para o ano 2020 tem uma imagem que a representa. A Ordem dos Agostinianos Recoletos apresenta o logotipo que simboliza o lema proposto para estes meses: “Somos profetas do Reino: pobres, projetos sociais e periferias”. A imagem está nas três línguas da Ordem e pretende ser a representação gráfica da prioridade pastoral proposta pelo Prior geral.

O simbolismo do logotipo

O logotipo foi desenhado pelo agostiniano recoleto Rafael Nieto e estará presente em suporte digital e físico na web, nas redes sociais ou em documentos, entre outros. O objetivo é recordar a vocação profética e missionária dos agostinianos recoletos; o anúncio do Evangelho e sua realização na pessoa dos mais vulneráveis é uma tarefa que, como profetas, deve ser feita pelos religiosos, leigos e jovens que vivem o carisma agostiniano recoleto.

A imagem tem três elementos, cada um com o seu significado concreto. As mãos representam profecia; mãos erguidas que denunciam e anunciam, que ajudam e se comprometem. As estrelas simbolizam o Reino de Deus, a meta para a qual são dirigidos os esforços marcados pelas mãos proféticas. E, finalmente, a diversidade de cores reflete a diversidade do mundo, as periferias, os diferentes tipos de pobreza, a variedade de idéias, de critérios… e nesse mundo variado há também os agostinianos recoletos.

Os pobres, uma prioridade para 2020

Os pobres, os projetos sociais e as periferias são os grandes eixos do apostolado da Ordem dos Agostinianos Recoletos para este ano. Todos os setores do apostolado agostiniano recoleto realizarão suas atividades pastorais, sociais e educativas durante estes meses seguindo a diretriz estabelecida pela Cúria Geral para 2020: “Somos profetas do Reino: pobres, projetos sociais, periferias”.

O objectivo de 2020 centra a sua atenção nos mais necessitados e nos pobres, seguindo a linha do Papa Francisco. O objetivo é dar a conhecer, desde os diferentes ministérios, o trabalho social realizado pelos agostinianos recoletos, marcar os pobres como prioridade e reforçar o valor da justiça solidária. Diante do desafio da exclusão social, da injustiça e da proliferação de uma cultura de morte, a Ordem dos Agostinianos Recoletos está comprometida com a misericórdia, a defesa pública dos valores negados, a opção pelos excluídos e a estima pela interculturalidade.

Esta imagem é compatível com as imagens e slogans que já são usados há meses no apostolado educativo ou na pastoral juvenil e vocacional, que foram adaptados aos seus contextos específicos. Ambos irão coexistir durante este período.

This post is also available in/Este conteúdo está disponível em Português: Español English

Suscríbete a nuestra

Newsletter