Um projeto educacional com 75 anos de história e vida

O Colégio Santo Agostinho do Leblon (Brasil), que educa mais de 2.000 alunos a cada ano, celebrou seu 75º aniversário de fundação, no marco da Solenidade de Santo Agostinho.

O Colégio Santo Agostinho do Leblon (Brasil) é uma proposta educativa e de vida para os jovens do Rio de Janeiro. Em 75 anos, a CSA educou milhares de brasileiros em um projeto frutífero e emocionante que, hoje, é o exemplo mais claro do compromisso dos Agostinianos Recoletos com o apostolado educacional. Por esta razão, a celebração de seu 75º aniversário é uma lembrança do passado, mas, sobretudo, um olhar esperançoso para o futuro.

A comunidade educativa do centro comemorou, na solenidade de Santo Agostinho, o aniversário da escola, que é uma segunda casa para muitos brasileiros. O bispo agostiniano recoleto Dom Jesús María Cizaurre presidiu uma Eucaristia carregada de emoção e simbolismo. O prelado agradeceu a Deus por estas décadas e prestou homenagem àqueles que deram seu melhor na educação dos jovens do Rio de Janeiro, religiosos e professores.

Durante a Eucaristia, vários dos presentes, ligados à escola, lembraram como a pedagogia agostiniana, que o Colégio Santo Agostinho tem transmitido desde seus primórdios, fundada em valores, permitiu-lhes crescer humanamente em suas próprias vidas. Da mesma forma, alguns estudantes, acompanhados por professores e responsáveis pela pastoral, apresentaram diante do altar o trabalho da Ordem dos Agostinianos Recoletos – simbolizado pelo logotipo da Rede Internacional de Solidariedade EDUCAR – e a educação em valores e para a família.

No final da celebração, o diretor do centro, o agostiniano recoleto Jesús Izaguirre, destacou a formação oferecida nas salas de aula da escola e mergulhou na proposta educativa da CSA, que olha para o futuro e se adapta às necessidades dos tempos. Ele também garantiu que “trabalhar na educação é uma tarefa permanente de repensar e reformar o pensamento; é uma ação dinâmica, ágil e atualizada para responder à busca do cotidiano, multidimensional e imprevisível”. Por esta razão, ele advertiu, “precisamos de um novo caminho para o futuro da humanidade, que inclua amor, fraternidade e o retorno do humanismo”.

Um dos momentos mais esperados para a comunidade educativa foi a benção de um novo edifício dentro do complexo escolar, que se soma à moderna infra-estrutura escolar. O novo espaço será utilizado para tarefas de treinamento relacionadas à inovação tecnológica e humana, assim como para a administração da escola.