O Prior Geral convida a “valorizar a vocação” da FSAR

Miguel Miró dirigiu uma mensagem fraterna à Fraternidade Secular Agostiniana Recoleta por ocasião da solenidade de Pentecostes.

A missão evangelizadora da família agostiniano-recoleta não corresponde apenas aos religiosos; corresponde também aos leigos. O Prior Geral da Ordem dos Agostinianos Recoletos, Miguel Miro, fez um chamado à co-responsabilidade de religiosos e leigos. Ele pede aos religiosos que “valorizem a vocação dos leigos que se sentem chamados a viver a espiritualidade agostiniano-recoleta”. De sua parte, aos leigos consagrados ele chama “a abraçar sua vocação laical, a assumir sua identidade e autonomia e a comprometer-se a fazer parte da família agostiniano-recoleta”.

Miguel Miró enviou uma mensagem aos religiosos e membros da Fraternidade Secular Agostiniana Recoleta no marco da celebração da solenidade de Pentecostes a ser realizada neste domingo. O Prior Geral reflete no documento sobre o papel dos leigos na família agostiniano-recoleta, a quem indica que “chegou o momento na Igreja”. Ao mencionar São João Paulo II, o superior geral da Ordem aponta a importância de compartilhar o carisma com os leigos, tendo em mente que nesta união se pode “descobrir implicações inesperadas e frutuosas de alguns aspectos do carisma”.

O Prior Geral também pergunta se há dúvidas religiosas de que os leigos da FSAR realmente compartilham o carisma: “Nós realmente acreditamos nisso? Pediu aos agostinianos recoletos que “os acolhessem, os encorajassem e os acompanhassem”. “Nesta festa do Espírito Santo, quero convidar os religiosos a aceitar a vocação agostiniano-recoleta dos fiéis leigos como um dom de Deus”, disse. Nesse sentido, Miró anexou o documento “Alegria na Esperança”, no qual pediu aos religiosos “que se interessem em conhecer as fraternidades, levando em conta sua identidade e autonomia”. Comenta também o novo itinerário formativo para os novos membros da FSAR, assim como o primeiro encontro internacional de agostinianos recoletos seculares a ser realizado em 2021 (originalmente foi em 2020, mas foi adiado).

“Deixe o Espírito habitar em nossos corações”

Na solenidade da vinda do Espírito Santo, o Prior Geral nos convidou a abrir nossos corações: “Deixai o Espírito habitar em nossos corações; deixai-nos inspirar e mover por Ele”. Neste sentido, afirma que “Ele nos chama e nos leva a seguir Jesus, a estarmos unidos a Ele e a sermos com paixão e simplicidade profetas do Reino”.

Da mesma forma, Miró indica que para viver em comunhão fraterna e viver o Evangelho é necessário receber a graça e a força da “alegria do Espírito”. “O Espírito cura as feridas do nosso coração e nos dá força para nos aproximarmos, como o Bom Samaritano, daqueles que sofrem e estão em necessidade nestes momentos difíceis que a humanidade está vivendo”, diz ele.

Reunião virtual para Pentecostes

Para a véspera de Pentecostes, a FSAR organizou um encontro virtual para todos os leigos agostinianos recoletos no dia 30 de maio. O encontro começará às oito horas da manhã (horário do México) com o ofício de leitura, laudes e santo rosário, transmitido da página do Facebook da Paróquia Mãe de Deus em Czestochowa.

Mais tarde, às nove horas da manhã (horário do México), no canal Youtube da Rede de Televisão CEAR, o retiro Pentecostes estará disponível para o FSAR em um vídeo de aproximadamente uma hora. O dia virtual será concluído com a celebração da Eucaristia de Pentecostes da igreja de San Ildefonso e Santo Tomás de Villanueva em Roma, transmitida pela Rede de Televisão CEAR no Facebook e Youtube.

O agostiniano recoleto Francisco Javier Monroy, Conselheiro Geral encarregado da FSAR, convidou os participantes a participar deste encontro conectando as diferentes plataformas aos diferentes momentos de oração. Pediu especialmente para “viver Pentecostes como Agostinianos Recoletos”.

This post is also available in/Este conteúdo está disponível em Português: Español English